sábado, 29 de dezembro de 2012

OS FALSOS

Estava no ônibus e escutei quando duas mulheres conversavam sobre o ano novo. Uma magra, com um filho perto dela, e a outra loira, mais baixa, um pouco forte. A primeira dizia que o pessoal ficava doida no final do ano, todo mundo correndo para lá e para cá por nada, segundo ela disse. disse também que todo ano é a mesma coisa: as pessoas comem, fazem festa, ficam sem dormir, para no ano seguinte fazerem a mesma coisa, o mesmo trabalho ,as mesmas lutas.... Tudo igual, segundo ela falou. A galega se referiu aos falsos de fim de nao, que só falam com você para dar ano novo. Asseverou que não gostava daquilo, uma falsidade só. A magra disse que antes corria para debaixo da cama, enquanto a outra falou que não saía de casa nessa hora; não gosta de falsidade, disse ela. 
Fiquei me lembrando de uma pessoa que morou perto de mim. Sujeito estranho. O ano todo não olhava para mim, mas chegando o fim do ano apertava minha mão e me desejava feliz ano novo. Só. No dia 1 de janeiro o infeliz nem olhava na minha cara mesmo passando por mim. Era patético. 
Concordei com as duas. Se você não fala com alguém durante o ano todo, para quê falar no final do ano? Falsidade triste. Seja coerente, não fale, que será mais verdadeiro que se você falar. A não ser que seja seu irmão, pai, mãe, o que ja é uma grande culpa não falar com os pais,tio, avô... Fora isso, não diga uma palavra, seja verdadeiro, de uma só cara. Um ano tem mais de trezentos dias, e só no último você vem falar!Tenha dó.

terça-feira, 25 de dezembro de 2012

PRECONCEITO AUTÓFAGO


É incrível como tem pessoas que agem de forma absurda. Tem certos vícios e certas manias e querem impor isso para nós, como o fato de uma certa pessoa, no Face, ter posto uma foto de dois homens de mãos dadas e dizendo ele que queria que no Brasil fosse igual. Disse que isso aqui seria absurdo, pois culturalmente não é assim. Então ele veio com um discurso puramente racista, dizendo que também fora cultural a escravidão no Brasil.E o interessante é que ele é mestiço, mas por se achar branco, falou isso; claro que se fosse branco, não seria melhor por isso, tanto branco quanto negro são iguais, dois seres humanos e que esse discurso dele é coisa de gente preconceituosa e atrasada mentalmente doente, por achar que pode ser melhor por ter a pele mais clara. Por fim ele terminou botando o racismo pútrido dele para fora, dizendo que a pessoa além de er negro, pobre e nordestino ainda persegue os outros. Disse isso pelo fato de não achar bonito dois homens de mãos dadas. Será que uma pessoa não tem esse direito de ão achar bonito uma coisa? Acho bonito o que eu quiser achar e ninguém tem o direito de querer impor isso a ninguém  Disse que na Rússia, países árabes isso é comum, como beijar abraçar por muito tempo, mas aqui não pega bem, é coisa para homossexual, mas não para homem. Quem quiser que faça isso, mas não venha criticar quem não gosta, não se pode impor isso a ninguém nem a nenhuma sociedade. Os gays falam de intolerância por parte dos evangélicos, mas não veem que eles ão a classe mais intolerante que existe, pois não aceitam que alguém não concordem com eles. O cara queria obrigar a mim a gostar de ver dois homens de mãos dadas. Não acho bonito, é um direito que tenho. Deviam respeitar isso também. Admira muito uma pessoa que trabalhou num lugar que promove a cultura da estado agir dessa maneira. Cada um tenha seu vício, mas não queira obrigar ninguém a achar bonito isso. A ignorância é tanta desse rapaz, que ele não percebe que historicamente Pernambuco e o Nordeste sempre estiveram à frente em tudo. Aqui houve três grandes revoluções, e uma delas implantou até uma República, a Revolução pernambucana de 1817, a Revolução Praieira, e a Confederação do Equador, diante das quais a de Tiradentes não é nada. Quero terminar dizendo a esse senhor que arroga ser branco, e mesmo se fosse não seria melhor que ninguém  que ser pobre, preto e nordestino não faz ser inferior a ninguém, nem nunca fará, ao contrário dele, não nego minha raça, como ele faz, pois sendo negro também, apenas é mais claro da cor, despreza os negros pernambucanos. Espero que pessoa desse tipo não existam mais, pois são coisas assim que levam crápulas como Hitler a cometerem as maiores barbaridades. Que isso seja apenas algo isolado.