domingo, 16 de julho de 2017

O SOFRIMENTO DE CAMILLE CLAUDEL E OUTRAS MULHERES

J.Mou

Fiquei chocado com a covardia que fizeram com Camille Claudel, por causa da vida "livre" que ela levava.
Era uma escultora francesa,e, naquela época do início do século XIX, isso era um trabalho que  era tido como labor de homem. Ela sofreu muita discriminação por causa disso, e acabou sendo desprezada pela sociedade daquela época.
Passou trinta anos internada em um hospital psiquiátrico de Paris,o Hospital Psiquiátrico de Montdevergues, por causa de maldades de uma sociedade falsa, que não aceitava que uma mulher quisesse ser  o que ela bem escolhessse, mesmo que isso fosse contra o que era chamado, pela maioria, de uma vida diferente das demais mulheres. Certamente isso foi por medo de que as outras mulheres fizessem o mesmo, e pensassem por si mesmas.
Por causa dessa maldade, ela não mais conseguia patrocínio para se dedicar ao seu trabalho ao qual ela tanto amava. Mesmo sendo amiga de famosos como Rodin, de quem era muito amiga, ou de Picasso, não deu a ela esse poder de ser o que ela dejasse, nem deu-lhe a liberdade à qual ela devia ter direito.
Não morro de amores por esse feminismo de hoje,do qual, se Camille vivesse no tempo de hoje,seria adepta, que dá todo o apoio a esse tipo de liberdade feminina,e fica ridicularizando a família, mas daria total apoio para que essa mulher fosse o que ela quisesse, se pudesse, mesmo que isso contrariasse o que eu penso. Nem Deus impede isso, que uma pessoa não seja o que ele quer.
Aqui no Brasil aconteceu a mesma coisa, pois as mulheres que tinham uma vida mais "livre", que gostavam de cinema, de ir a outros lugares incomuns para uma mulher ir, era tida como louca, era internada como demente no Hospital Psiquiátrico Juquery, em São Paulo. 
Isso ocorreu com uma mulher, professora, chamada Eunice, trinta anos, que foi internada apenas pelo fato de ser quem ela foi, uma pessoa com personalidade própria, que sabia o que queria, e que isso foi visto como um sinal de "demência" por falsos psiquiatras, que por qualquer coisa internavam as mulheres, principalmente se elas não quisessem casar ou ter filhos, coisas que a maioria fazia, mas havia outras que não queriam ser isso, e, por isso, eram internadas como loucas!
Teve um caso também de uma mulher chamada Maria, imigrante cujo marido era alcoólatra e perdeu tudo o que eles tinham por causa da cachaça. Ela, deprimida, começou a beber também, e foi a única a ser internada no Hospital Psiquiátrico, e o marido ficou livre.
Isso é só para se ter uma ideia da maneira como as mulheres eram tratadas naquela época, de um modo bastante arbitrário, mal, perverso. Absurdo, mas que, infelizmente, acontecia muito.
Ainda bem que hoje elas têm mais liberdade de ser  o que querem ser, mesmo que isso contrarie a muitos.


Referência

CUNHA,Maria Clementina Pereira. Loucura, Gênero Feminino: As Mulheres do Junquery na São Paulo do Início do Século XX. Revista Brasileira de História,São Paulo,v.9,n. 18,p.121-144,ag.1989.

quinta-feira, 13 de julho de 2017

AS LÍNGUAS E A GLOBALIZAÇÃO

Dizer que a globalização é ruim para as línguas, não é difícil de acreditar, pode ter lógica por causa da uniformização da cultura, que é grande no mundo de hoje.
Será por isso que se diz que ensinar a língua de uma região não é o suficiente? Pode ser verdade isso. É preciso se inserir na cultura também, para melhor apreender essa língua, e juntar os dois tipos de conhecimento. Afirmar dois tipos para melhor atender, mas cultura e língua estão inseridas uma dentro da outra.
É preciso também ver a língua como uma necessidade, pois é com ela, também, que mais nos comunicamos, além de outros tipos counicação, como gesto, por exemplo.
O papel da língua, então é ampliar o espaço comunicacional tanto na política quanto nos mercados globais, como o Mercosul.
É preciso ter em mente que ela amplia a participação do indivíduo nesse meios políticos e econômicos, e os fazem também divulgar e defender seus conhecimentos e ideias, de modo bem abrangente, dependendo do domínio desse indivíduo.
O Mercosul é um grande exemplo porque ele amplia a participação do indivíduo e da interação entre o espanhol e o português, e faz que os falantes do espanhol queiram aprender portugues, e o falantes do portugues, o espanhol. E, assim, o conhecimento vai se ampliando.
A aprendeizagem começa em função de uma dinâmica, e essa dinâmica incentiva o conhecimento, por causa da ampliação da rede comunicativa dos blocos econômicos, mostram, incetivando a comunicação e a busca do conhecimento para que eles possam crescer juntos. É assim que se promove a cultura e o idioma. É preciso ter uma política voltada para isso, e desenvolver ela, de forma que fiquem todos cientes dos riscos, de seus pontos fracos, e o que cada um pode fazer para contribuir com isso, para esse crescimento.
Essa intergração é necessária, e a língua é um canal bem abrangente, dinâmico e eficaz, como tem se provado ao longo das décadas. A língua cumpre esse papel muito bem,é só incentivar esse conhecimento.
Agora se peguntamos o que a língua representa, podemos responder de várias formas. Uma delas é o pensamento e o modo de viver e de ser de um povo, seus laços culturais e a transformação que esse povo teve e está tendo, sua origem e características fundamentais que o identificam culturalmente.
É por isso que ela tem uma grande importância política, por causa da interação e a facilidade que pode propocionar, na influência de ambos os lados dos países e regiões das quais a língua faz parte, e até do contimente.
Se fosse pesquisar quem apoia uma integração de uma região pela língua, muitos iriam apoiar, mais do que desaprovar.
Em relação à integração dos países do Mercosul, há aqueles que preferem aprender línguas distantes, como o inglês, o finladês, do que o português ou o espanhol, o que é uma grande contradição de parte de alguns professores inseridos no programa de integração dos países desse mercado sulamericano. É uma contradição que precisa ser revista.
Só em haver essa política, mostra que há um apoio a essa iniciativa, basta que esse apoio se amplie, para que o conhecimento siga crescendo, em todos os sentidos, seja econômico, seja cultural.
Uma forma bem eficaz é habilitar o ensino de português nas instituições de ensino, como também a aprendizagem do espanhol. Claro que isso é feito através de grandes incentivos econômicos, do contrário, o sucesso será pouco proveitoso
Um dos medos é se um idioma vai estar subordinado ao outro, no sentido de o outro ser mais estudado, e a cultura que ele representa se sobrepor ao outro. Creios que isso não faz sentido. Citam como exemplo A cultura americana, que se sobrepõe à outras.
Se um dos motivos de ficarem contra o aprendizado de um idioma é que o conhecimento do idioma nativo não ser grande, então o que se deve fazer é juntamente com o idioma nativo, incentivar o aprendizado de outro idioma.
Não é justificável dizer que o sistema não está pronto. Basta afirmar que  o ser humano sempre esta pronto a aprender novas coisas. É um grande incentivo.
Para dificultar ainda mais o problema da dificuldade de difundir essa política de aprendizagem mútua do idioma e da cultura, há uma falta enorme de professores de português para os países do Mercosul. A saída é o investimento nessa política, é os governos que devem se desdobrar para isso, já que esse conhecimento trará grandes ganhos enormes. TAlvez os que fiquem contra isso não deem importância política e de trabalho que ela merece.
Um caso interessante é o do paraguay, que tenta explicar a importância que o gauraní para o Mercosul, pois essa língua é uma das línguas oficiais deste país. Eles dizem que há uma base histórica para isso, pois o guaraní praticamente ajudou esse páis a vencer guerras muito tempo atrás.
Do outro lado, nem todos os países do Mercosul gosta do idioma português, e no Paraguay ele não tem tanta importância, por causa do extremo nacionalismo do país sulamericano.
Talvez seja o medo do Paraguay de sofrer influências, de modo que ele possa perder a firmeza do idioma guaraní, e ele não ser tão hermético, e, assim, se abrir para outras influências que possa "macular" sua cultura. O problema é que o ingês já tem feito isso, então esse medo deels não se justifica, se essa hipóstese tem algum fundamento.
Mas muitos há que preferem o fim da discriminação, que se deve abrir as portas para as influências de outros idiomas e culturas, como uma coisa necessária para o crescimento de qualquer país.
Já falamos aqui que o Mercosul é um marco político, e que a política e a economia influencia a língua, tanto para incentivar o aprendizado dela, quanto para o não aprendizado, dependendo das circunstâncias.
O guaraní tem uma grande importância política no Paraguay, e esse país sulamericano quer ver um de seus idiomas principais como um dos idiomas que o Mercosul deve mais valorizar, o que pode ser considerado uma grande pretenção por parte dos outros países que fazem parte desse mercado.
Talvez o Paraguay queira mostrar que é um país "independente", e não como os outros, que se sujeitam ao aculturamento por parte de outros idiomas e línguas.
Desde os jesuítas que o guarani tem mostrado que é mais aceitável no paraguay, o que foi demonstrado pelo jesuítas, por que ele era estudado livremente, se estár submetido ao padrão que a língua espanhola estava, segundo afirma Celada (2010).
A grande contradição dessa integração é a pouca importância dada ao imaginário social, enquanto que o regional é tão valorizado. Parece que esquecem que o imaginário social é fundamental para a intregração regional.
E esquecem também da identidade coletiva, que pode ser vista como intresecamente ligada ao imaginário social, e que é preciso ter as duas coisas em mente para que essa integração regional possa ser amapla como deve.
A participação política começa com a língua em articulação; quanto mais a língua se insere no meio, mas haverá articulação política, pois é a língua a grnde porta para o crescimento de qualquer projeto político, seja ele regional ou continental.
Quando se aprende uma língua, e algumas reformulações por causa disso, que tem a ver com as antecipacões que elas trazem quando uma pessoa resolver aprender ela.
O estudo de uma língua expõe o estudante a diversos saberes culturais, por isso que ele se enriquece tanto quem procura aprender.
Se vincular a língua a sentidos de comunicação mundial, ela é mais aceita por outros países, do que se ela apenas se restringir à comunicação regional. Infelizmente é assim que ela ganha mais prestígio para ser aprendida. Seria bom que esse aprendizado não dependesse disso.
Por causa do crescimento desses blocos econômicos como o Mercosul, o espanhol foi incentivado por causa da importância disso, mais muitos estudantes brasileiros vêm isso como algo sem importância, que não precisa aprender o espanhol, pois o portunhol pode resolver o problema, já que  os dois idiomas são parecidos. É uma das maiores falácias que há. 
Se é preciso compreender certos sentidos na fala de alguma  pessoa importante de um dos países do Mercosul, se o indivíduo conhece a língua, e consequentemente a cultura, ele vai entender o que essa pessoa quer REALMENTE dizer, pois é sabido que a língua estrutura o discurso (Achard et tal 1999, apud Celada). Foi isso que foi constatado por vários estudiosos. Além do mais, a memória discursiva restabelece os implícitos (Celada 2010) fazendo o entendimento ser mais proveitoso. E o discurso sempre muda conforme mudam as circunstâncias. Isso pode ser visto como um jogo de força.


por J.Mou


segunda-feira, 29 de maio de 2017

A INDÚSTRIA DA CHEIA E CALAMIDADES PÚBLICAS (ATÉ QUANDO?!)

É incrível que todo ano Recife e OUTRAS CIDADES em Pernambuco sofram com essa seca e essa água torrencial que cai em nosso estado. Eu fico pensando se devemos mesmo sofrer com tudo isso, se há necessidade realmente de sofrermos tudo isso, todos os anos.
Quero saber a razão dessa entidades e órgãos públicos não  fazem algo para mudar isso? Deveriam fazer um estudo para que essa água toda seja usada para benefício da população, como armazenar água em cisternas em todo o Sertão e Agreste, e onde puder fazer isso, e onde  necessitar de água. É estranho que não há esse  estudo e essa prevenção, e o povo todo ano sofrendo com isso. Será que ninguem mais pensou nem percebeu isso?

Quantas pessoas poderiam ser poupadas se fizessem essa prevenção, e quantas desgraças poderiam ser evitadas! Absurdo isso.
É a Indústria da Cheia, por isso não fazem nada, pois essas desgraças servem apenas para capitalizar dinheiro para as elites, para os governantes. Qualquer país sério faz isso, um estudo, no mínimo, para evitar que o próximo ano não os pegue de surpresa. É isso que se faz em um país śerio. Agora ficam nesse teatro, tanto Temer, ou o presidente que for, quantos os outros governadores de outros estados,ficam  nesse jogo político. Sim, é jogo de cartas marcadas, e só quem não se beneficia é a população pobre. O Estado deveria ser responsabilizado por todas essas desgraças que têm vindo sobre nossa nação. Todos eles são culpados disso, desse sofrimento.
Se afirmam que lhes falta tecnologia, Israel já ofereceu seus serviços para o Brasil, de como vencer a seca, pois eles fizeram algo bárbaro: venceram o deserto! E olhem que o clima deles é bem mais seco que o nosso.
Já está na hora de sacudirmos esse julgo de nosso pescoço, nada justifica tanto sofrimento por causa de abundância de água,ou por falta dela. Que esses cínicos, paradoxalmente, transformam em algo ruim! Absurdo. Se chove centezas ou dezenas de milímetros a mais, isso era para ser festejado! Dentro de uns meses irão dizer que não há mais água, quando Deus mandou tanta água para nós, e não queremos utilizar ela, porque a população será beneficiada. Eles não querem nada disso. Querem ela debaixo desse julgo, querem que o povo coma na mão deles, esmolem sempre, e jamais cresçam, sejam independente deles, que sempre precisem de um carro pipa, quando têm um manancial todo ano, durante meses.
Até quando sofreremos isso?

domingo, 28 de maio de 2017

FOMOS INVADIDOS PELO ISIS!!! - Libertar.in

Rebanhão - Casinha

A ARTE MUTANTE DE CÍCERO DIAS


Em 1948 Cícero Dias esteve na Faculdade de Direito do Recife e causou espanto com a exposição que fez ali, pois seus quadros causaram frisson por causa do que eles representavam naquele momento, o que não era algo com o que o povo pernambucano estava acostumado a ver, e Máro Melo bem explicou a seus leitores isso.
A exposição que mais "causou" foi o quadro  do "Mamoeiro ou dançarino", o que deixou muita gente intrigado se era um ou o outro. E isso foi questão até para debates entre Mário Melo e outros intelectuais da época em voga.
O problema é que aquilo era uma renovação, e estava causando um desequilíbrio para a arte e para o que ela representava naquele momento. A pintura de Cícero Dias não era para deixar o indivíduo na mesma, trazia uma dualidade uma releitura do que estava já estabelecido no momento. Ele inovou e mudou conceitos.
É verdade que à primeira vista a Arte pode ser mal compreendida e até causar mal estar na pessoa que admira, mas ela faz isso de uma forma que não deixa de ter sua beleza, ou espantar por essa beleza que pode  ser vista por quem admira. Ela, a Arte, é imprevisível sempre.
O exemplo disso é a música, que é a arte mais penetrante e a mais abrangente,a que tem a linguagem mais variada, principalmente por que não precisa passar pelo intelecto para ser compreendida, mas ela precisa ser sentida, mais do que vista, ou lida. O ouvido é símbolo de algo mais profundo, a entrada da alma. Por isso que ela mexe tanto com os sentimentos.
Se a pintura de Cícero não foi logo aceita ou causou espanto, foi pelo fato do cânone, da Academia e da intelectualidade "congelar" a Arte, de impedir que ela seja livremente interpretada, seja pelo povão, não acostumada a ela, seja pelos mais favorecidos, que podem olhar para ela sem o filtro dos intelectuais guardiões do saber. Se ela chegasse livremente ao povo, ela seria tão compreendida, ou até mais, por um boiadeiro, um cidadão comum, mesmo que não tivesse um átimo de  cultura desses intectuais, e poderiam até penetrar mais a fundo nela. Talvez a Arte perca muito de si mesma quando ela se torna prisioneira das elites, só eles as podem interpretar, como as pitonisas de Apolo e de Baal. É sabido que Recife entende tanto de arte quanto Rio ou São Paulo, e as pessoas podem compreender ela totalmente, ou pelo menos em boa parte, já que ela é tão penetrante.
Mas os preceitos intelectualistas impedem também que a Arte possa ser entendida como deve ser, não conforme as regras dos intelectuais, mas conforme a mensagem que penetra na mente e no sentimento do indivíduo, e foi o que Cícero Dias quis passar várias vezes. Ele também tem falado que a Arte é um processo contínuo ao longo dos séculos. Não para nunca, sempre se transforma, é viva.
Desse modo, ao longo do tempo, a arte de Cícero Dias ficou abstrata, foi ficando com cores mais vivas, mais universal, e saiu do provincialismo. Se deixou influenciar por Picasso e outros artistas que usaram uma linguagem e  temas universais em suas artes. Ele cresceu bastante, mais ainda resta nele a assinatura da cultura pernambucana, pois não dá para se desvencilhar de vez dela. Ainda fica algo que o identifica como um nordestino.



sábado, 27 de maio de 2017

O II MANIFESTO TROPICALISTA E A ARTE

O segundo Manisfesto Tropicalista diz que ele significa um movimento centrado na cultura brasileira em suas mais diversas formas, nos mais diversos meios; já o Tropicanalha é um "movimento" que contribui para o erro e decadência.
Isso, segundo esse movimento acima citado, mudaria se as elites das universidades ouvissem o que os estudantes têm a dizer, pois o que eles dizem é importante, e pode contribuir para o progresso da cultura brasileira e ao que é ensinado nas unversidades. Se a elite das universidades não faz isso, é pelo fato da mesma ser econcêntrica, fechada demais. Da mesma forma são as entidades como as academias de Letras, centradas nelas mesmas e sem um fim social, não interage com a população, e, por isso, fica sem um objetivo realmente válido.
Afirmam ainda que a Literatura Gagá tem medo do novo, pois podem ser superada ou não entendem o que ele quer dizer, a razão desse movimento. Tem também os críticos lagartixas, que só aplaudem o que Hollywood faz, e deixa de fora o que fazem os outros, como cinema daqui do Brasil, Índia, África, etc. Será que o nosso é considerado mesmo cinema de verdade?
Em tudo isso se vê também a censura dos conselhos universitários, hermenêuticamente fechado, que não aceita nenhum questionamento.
Esse movimento existe para que a cultura dominante, geralmente de fora, seja questionada. Essa cultura de fora excluiu toda aquela que não seja apoiada pela cultura dominante, infelizmente há essa subserviência. 
A Arte é ação, jamais é estática, aquilo parada, que nunca muda, que nunca aceita mudanças diversas, de fora ou de dentro. Sim, pois ela pode começar a mudar de dentro para fora ou de fora para dentro (e quem pode dizer qual veio de fora ou de dentro?). Isso é a Arte. Ela dá uma nova visão sobre as coisas e sobre o mundo, como disseram Gabo, Tatlin, Duchamp e outros. A ação, devido à vida frenética do mundo atual,veio substituir a comtemplação. Ela, a Arte, atencipa as mudanças, por ela tudo muda, se transforma antes do que se pode esperar.
Por isso, ao invés de ficar preso ao que já há muito tempo domina, como os modelos antigos de autores, poetas, artistas, com pensamento velho, dê lugar ao novo. A arte tem muitas possibilidades. Creçamos no que pudermos.



REFERÊNCIA

DINIZ, Clarissa; HEITOR,Gleice Kelly; SOARES,Paulo Marcondes (org.) Critica de Arte em Pernambuco: escritos do século XX. Rio de Janeiro: Beco do Azougue, 2012. p. 282

domingo, 21 de maio de 2017

MUDANÇAS

Não quero simples mudanças,
Promessas na contra-mão;
O que penso vai além,
Promessas demais já tem,
Eu quero revolução!

O pobre ter o que comer,
Professores abastados,
A bondade no poder,
E o caráter dele mudado.

Quero crianças robustas,
E acesso aos direitos legais;
Quero supremacia taluda,
Do respeito, amor e paz!

Que saudáveis sejam os velhos,
Que amparo encontrem no fim;
Quero o conforto de um abraço,
Como cânticos dos serafins!


por J.M.Lou

quarta-feira, 26 de abril de 2017

terça-feira, 4 de abril de 2017

SEM CONFIANÇA

E o que será de nossos políticos que votaram contra o trabalhador? Vão ter o mesmo apoio do povo evangélico? Como eles poderão pedir votos ao povo, depois de haver traído eles na votação da Terceirização? Terão coragem? Pode-se dizer que eles fracassaram como nossos representantes? São tantas perguntas.
Eu, sendo eles, não pediria votos. Aí é demais. Qual a razão disso?
Todos os políticos que votaram a favor, são tidos como traidores.É uma pena.
Até  que ponto chegaram.
Vamos rever nosso voto. Não podemos confiar mais. É o fim.

segunda-feira, 3 de abril de 2017

TEMES?


TEMER
TREME
TEME TREME
TEMER
ME
ME
ME
TEMERIDADE
TEMER IDADE
IDADE TEMER TREME
TEM TEMER TREME IDADE
TEMERIDADE?
IDADE?
CIDADE
DÁ?
TEMER TREME, TEME
IDADE
MER
MER
MER
DÁDÁ
DÁ?
PLOC!

FILME CONTA HISTÓRIA DE CRISTÃOS QUE SALVARAM JUDEUS

Está em cartaz nos cinemas americanos, o filme “O Zoológico de Varsóvia” [The Zookeeper’s Wife], que  história de um casal polonês que salvou muitos judeus durante a Segunda Guerra mundial.
Faz lembrar filmes como a lista  Schindler, o Pianista, entre outros, que também fizeram homenagens a todos aqueles que salvaram os judeus durante  perseguição promovida pelo endemoninhado do Hitler, que se considerava m deus, e todos  os alemães habitantes de algum monte Olimpo alemão.
esse casal era cristão, e todos sabem que os cristãos de verdade amam o povo judeus, povo da promessa, embora só um terço será salvo, pois a maioria deles não quer saber do evangelho, e morrem sem salvação como qualquer  um.
Vale a pena assistir esse filme, pois é uma boa história passada nesse país.
Seria bom se fizesse filme sobre um brasileiro e também um português, ambos diplomatas, que livraram muitos judeus da morte. O brasileiro, durante o governo de Getúlio Vargas, e o português indômito, na Segunda Guerra. Eles merecem essa homenagem.
Foi dentro das grades desse zoológico que eles livraram os judeus, e demonstraram o verdadeiro amor cristão, diferente do que faz a Igreja Presbiteriana no Brasil, tomado de doutrinas comunista, que odeiam os judeus, e são mais aproximados com os árabes. Deus me livre.
Embora Hollywood não reconheça os cuidados de Deus, embora tenha morrido 6 milhões de judeus, Deus providenciou que muitos se salvassem. Ele age assim.

domingo, 19 de março de 2017

A WORDFOBIA

Só faltava essa!Os muçulmanos odeiam todo mundo, matam todo cristão que pode, estupram, fazem de tudo para causar medo, dor, sofrimento diversos, e os outros é que odeiam.
Eles querem que as redes sociais proíbam a islamofobia; e a wordfobia deles, não conta?Explodem todo mundo, ameaçam de todas as formas,e os outros é que têm  que ser discriminados? Poupem-me, filhos de Maomé!
Procurem respeitar os outros,se querem respeito;ninguém tem que viver com medo de vocês não,aqui no Brasil temos liberdade de sermos quem quisermos, fazermos o que queremos, dentro da lei, não são vocês que vão tirar isso.
E a Europa morre de medo deles; parece que os homens de lá esqueceram que séculos atrás os europeus enfrentavam eles numa boa, não importava quantos fossem, e chegaram a derrotar eles, mas hoje em dia são uns maricas, têm medo de tudo, e se deixaram intimidar pela máquina de guerra islâmica. Estão envergonhando o Ocidente.A Alemanha é uma piada, a Suécia também, países covardes,que veem suas mulheres sendo estupradas nas ruas e ainda beijam os pés desse monstros. Deviam fazer eles pagarem por toda a maldade deles., usar a rigidez da lei,enfrentar esses assassinos frios e calculistas.
Ninguém tem que se submeter a eles não.
A Europa é uma vergonha atualmente. Nações covardes, homens que não valem o nome que têm. Vão se acabar em breve,se não tomarem uma atitude drástica.

sábado, 18 de março de 2017

FILHO DE PRELETOR FAMOSO SE NEGA A PREGAR POR R$ 500

O Filho de um pregador famoso, cujo pai é A., se negou a pregar em uma igreja, porque lhe foi oferecido R$ 500 para isso, mas ele rejeitou tudo, mesmo estando com as passagens pagas, e até a estadia. 
Será um marajá do evangelho, uma estrela,que quer brilhar mais que Jesus, que andou por toda a Jerusalém pregando a Palavra?E Paulo, subindo montes e montes pela Asia, a pé, de navio pelos mares, sendo chicoteado, caluniado, passando fome e sede, doenças, naufrágios, e nunca exigiu luxo algum. E os apóstolos,e os pais da igreja, como Irineu, e outros, como John Wesley, Hudson Taylor, Willian Carey, pai das missões modernas, e outros,como Daniel Berg, Gunnar Vigren, os pregadores das igrejas batistas e presbiterianas, juntamente com a Congregacional,que chegaram aqui antes dos pentecostais, preparando o caminho para eles, enfrentando a Igreja Católica...
Esse mercadores do evangelho deveriam ter vergonha, envergonhando a Noiva do Cordeiro,escandalizando o nome de Deus, por causa do negócio deles, estão dizendo ao mundo que a igreja é cheia de corrupção e está igual ao mundo. Essas nuvens sem água,como disse Judas em sua carta,duas vezes mortas, estrelas errantes, atrás do prêmio de Balaão, vômitos de Jesus, pois não são frios nem quentes, desrespeitando meu Mestre com a ganância deles. Palhaços e ladrões, sem vergonhas, que nem merecem o nome de pregadores. São uma afronta ao evangelho,a todos os que morreram por amor a Cristo,a todos os mártires debaixo do altar, no Céu, clamando por vingança a Deus, como diz em Apocalipse, e os que hoje em dia sofrem por amor a Cristo, são queimados vivos por não negarem a palavra,e vem esses lobos mercenários e esculhambam o evangelho de Cristo.
Eles buscam sua própria glória, como diz Paulo aos Romanos 16, Pedro em sua segunda carta 5.1ss, Filipenses 3, entre outros.
Fico pensando como um pastor se passa para isso, pagando a umas nuvens sem água desses, e fomentando pessoas desse tipo, pregadoras e missionárias de meia tigela, que nada têm de Deus, verdadeiros joios. Caros pastores, tenham vergonha na cara, vão orar e pedir orientação a Deus, parem de ser meninos,sejam homens! Ficam chamando esses mercadores do evangelho para pregarem apenas para encher os templos. O que vocês querem é dinheiro, isso sim. Falsos mestres, apóstolos falsificados, vão se converter,e aprendam o que é o evangelho.

BANGLADESH ESTENDE AS MÃOS PARA CRISTO

Um avivamento está ocorrendo em Bangladesh, país do Oriente que pertencia à Índia. Muitos muçulmanos estão se convertendo a Cristo, e ele tem aparecido a muitos ali.
É uma bênçao o que tem ocorrido. Apesar da perseguição, o evangelho tem mostrado que tem uma esperança, ao contrário do Islamismo, religião do ódio e matanças sem fim.Isso mesmo foi dito por um muçulmano. Mais de 20.000 mil muçulmanos se converteram a Cristo nos últimos dias,e cada vez o número cresce. Graças a Deus, isso é fruto das orações da igreja, todos os dias, mesmo o crente mais tíbio faz diferença. Jesus está chegando no povo árabe.
O pastor Rafiqul Islam foi um dos que sofreram por causa de sua fé; ele era um empresário em seu país, e, por causa de sua fé em Cristo, perdeu tudo, mas está feliz com Jesus, lembrando o que escreveu o apóstolo aos Hebreus,que muitos dos que seguiram a Cristo, mesmo tendo seus bens espoliados, se mativeram firme na fé. Esse é um cristão de verdade, e não esses lobos que temos aqui no Brasil, que só querem pregar se tiveram mordomias.
Os jovens estão se convertendo a Cristo, e estão pregando o evangelho nas ruas, mesmo em risco de suas vidas, pois perceberam que vale a pena seguir a Cristo, mesmo se isso segnifique morrer, tamanha é a alegria.
Oremos, pois pela igreja em Bangladesh, e por esses muçulmanos que estão deixando Maomé para seguir a Cristo.

quinta-feira, 16 de março de 2017

SOBRE MARCOS ANTÔNIO E BEBIDAS


Um das coisas que mais foi comentado ultimamente foi o fato noticiado por um site,  o mesmo que falou contra o pastor Aílton, dizendo que Marcos Antônio foi encontado bêbado, saindo de um bar.
A notícia repercutiu tanto, que o cantor gravou um vídeo se defendendo, e disse que iria processar o site que publicou a matéria sobre  ele.
Sinceramente, eu fiquei triste com isso. Gosto de Marcos Antonio, mas não concordo com tudo o que ele diz ou faz. Se ele realmente bebeu,  pois  não vi isso, é problema dele, e ele que pague diante de Deus isso. Não estou dizendo que ele é inocente, mas cada uma que pague diantte de Deus.
Por causa desses boatos ou fatos, muitas igrejas deixaram de chamar ele para cantar nelas. Triste isso.
Um cantor tão famoso, tão talentoso... Não só ele, mas outros cantores gospel foram acusados disso, como de prostituição, infelizmente.
Mas,nós como cristãos, qual o nosso verdadeiro papel? Orar por essas pessoas, e cuidarmos de nossa vida para que nós mesmos não venhamos a cair.  Que Deus tenha piedade dele e de nós.
Sinceramente, gostaria de vê-lo cantando em nossas igrejas, cheio do Espírito Santo, na presença de Deus, sem nada para atrapalhar sua vida, tomado por Deus.
Sei que muita gente o critica, mas será que podem mesmo fazer isso? Todos nós temos motivos para também nos envergolharmos diante de Deus, em nada somos inferiores ou superiores ao Marcos.
Deus não tem o culpado por inocente, se ele errou e ainda erra, o problema é com ele e Deus, só não posso copiar erro de ninguém, nem passar a mão por cima.
Ele é um ícone da música gospel, e hoje ele é famoso por causa de uma promessa de Deus feita a ele,mas isso não quer dizer que pode fazer tudo o que quer sem ser castigado.
Agora se é escândalo é; Deus o ajude e o liberte de todas as amarras do Diabo, se ele der lugar a Deus.

domingo, 12 de março de 2017

OUTRO SITE GOSPEL CRITICA O PASTOR AÍLTON E O PASTOR EURICO

Deputado federal Pastor Eurico (PHS-PE)

Por sua luta contra o aborto, a favor da família, contra a Agenda Gay, e contra os maus costumes que são contra tudo o que representa viver numa sociedade que seja limpa dessas coisas, as entidades que apoiam tudo isso, principalmente o aborto, estão pressionando o deputado pastor Eurico (PHS-PE) para que ceda ao que eles querem. Dependendo da decisão que ele tomar, poderá abrir as portas do aborto no Brasil, ou não.
A questão é que ele é relator de uma emenda que pode definir o aborto no país. A emenda foi proposta pelo deputado Diogo Garcia (PHS-PR) que quer alterar o Projeto de Lei (PL) 7371/2014, do Senado, que cria o Fundo Nacional de Enfrentamento à Violência Contra a Mulher.
Essa votação estava prevista para acontecer antes do dia 8 de março de 2017, mas foi adiada para o dia que eles acharem melhor.
Segundo o site "Fuxico Gospel" (sic) que conversou com o deputado, ele dissse o seguinte: "Em virtude das várias propostas ou emendas apresentadas, estamos trabalhando a melhor maneira de apresentar nosso relatório no plenário para discussão", disse ele. Esperemos.
O site ainda pede que os evangélicos pressionem o deputado para que ele não fraqueje, e vote contra isso, não deixe ser pressionado por essas entidades que querem trazer morte para o Brasil. Sinceramente, acho que ele não precisa. Ele sabe que, se ceder a essas pressões, sua vida de parlamentar poderá ir de água abaixo, pois o povo não vai perdoar um pastor que apoie o aborto, o assassinato de milhares de inocentes, e à imoralidade.
Resultado de imagem para pastor ailton
pastor Aílton Alves presidente da IEADPE
Atualmente, o deputado está lutando contra a resolução 01/99, que da força ao CFP (Conselho Federal de Psicologia) que orienta os psicólogos a se portarem diante de homossexuais de acordo com a Agenda Gay, ou seja, não ajudar eles a buscarem cura.
O site então diz que o segredo do pastor Eurico ser assim, é porque ele faz parte da Igreja da qual é presidente o pastor Aílton José Alves, que "recentemente proibiu os adolescentes de namorarem", diz o site. Continua afirmando que a igreja em Pernambuco é ultraconservadora, exagerada, como se defender bons valores fossse algo de menos importância, ou não fosse coisa de cristão.Esse pessoal esquece o que aconteceu às igrejas do Sul e Sudeste, onde abriram as portas para essas coisas, e também deixaram de combater o bom combate, conforme a Bíblia manda, e estão todas caindo da graça.A igreja de Pernambuco é um baluarte no Brasil. Não quero dizer que não há erros e nem exageros, mas que ela trabalha para fazer o máximo a vontade de Deus, e não pode se dobrar como o mundo, queira ele ou não, goste ou não, somos assim mesmo. 
Neste ponto, devemos apoiar sempre o pastor e à convenção de Recife. Avancemos. Como diz Eliã em seu hino: "é o mundo se  curvando e a igreja de pé".

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

terça-feira, 14 de fevereiro de 2017

AS INTERCESSORAS DA IGREJA

Antes do dia do culto, ela arruma as coisas, e, um dia antes, deixa tudo pronto: comida do esposo, roupa, casa varrida, e tudo o que se  relaciona com isso.
A luta diária não é fácil, mas nada impede que ela chegue cedo, para que passe mais um dia nos pés do Senhor, pedindo, intercedendo pelo povo, pela sua prole, parentes, de joelhos diante do Grande, em oração intensa.
Só os Céus sabem o que elas passam, e as investidas do diabo contra elas, pois o trabalho que realizam é de suma importância para a obra do Senhor. Graças a Deus por essas servas abnegadas, perseguidas, muitas vezes, por quem deveria ajudar somente (verdade seja dita) mas não desistem.
A oração e a intercessão é a respiração da igreja, e, sem ela, a igreja não teria sucesso.
Muitas vezes o filho que tem não perece por causa da oração da mãe, dos choros e clamores de dia e de noite por eles, pelo marido, por emprego, pela mocidade, para Deus mandar mais obreiros, e, principalmente pelo ministério! Ah!, quanto elas ajudam o ministério! Tirem essas intercessoras e verão como a igreja cai em desarmonia espiritual.
Vamos ajudar mais elas, tanto em oração também, com elas, quanto materialmente, no que precisarem. Não há dinheiro que pague o tempo delas gasto na obra. Jamais pagará. Apenas a recompensa delas dada por Deus, no céu.
Algumas delas, mesmo doentes, vão à oração, tomando seus remédios, algumas são curadas, outras não, mas estão ali toda semana, até três vezes, mas não desistem, além das visitas que realizam, de suma importância para o reino. Eu estou, agora, vivo, porque essas irmãs oraram por mim, e me ajudaram nas grandes lutas porque passei. Grandes vitórias.
Eu sei que muita gente hoje é vitoriosa por que essas irmãs estão sempre orando, e essas orações tem chegado diante do trono da graça, e realizado maravilhas.

sábado, 11 de fevereiro de 2017

A TERRÍVEL APARÊNCIA DE CRISTO EM APOCALIPSE 1

Uma das primeiras coisas no livro de Apocalipse, ou Revelação é sobre Jesus, algo referente bà sua natureza. As bem- aventuranças é um bom começo para falar de Cristo (cf. 14.13; 16.15;19.9; 20.6; 22.7,14), pois ele prometeu essas bênçãos para aquele que estudasse esse livro, e o lesse em voz alta para outras pessoas ouvirem.

Outra linda figura é a que se refere aos sete espíritos de Deus, que fala do Espírito Santo, nas suas sete divinas manifestações, onde podemos ler em Isaias 11, que estaria sobre Jesus em seu ministério. O livro vai usando essas figuras e símbolos e os usa para nomear Cristo, Deus Pai, e o Consolador.
Foram sete cartas dirigidas às sete cidades da Ásia Menor, uma região que ficava próxima do Oriente Medio, e onde havia a igreja onde Paulo pregou por um longo tempo, e onde João e Timóteo exerceram a função de pastor. “Esmirna ficava a cerca de 65 quilômetros ao norte de Efeso, Pérgamo a 65 quilômetros ao norte de Esmirna, Tiatira a 72 quilômetros a sudeste de Pérgamo, Sardes a 48 quilômetros ao sul de Tiatira, Filadélfia a 48 quilômetros a sudeste de Sardes e Laodicéia a 65 quilômetros a sudeste da Filadélfia”. Bowman escreve: “Uma olhada no mapa da província romana da Ásia mostra as sete igrejas organizadas na forma de um castiçal de sete braços do Templo de Herodes, formando pares de lados opostos”. Muito interessante esse detalhe! Por isso que Cristo usou essa expressão do castiçal. Nada na Bíblia está escrito em vão.
João diz que ele vestia uma veste talar, ou seja, veste essa que ia até aos pés, simbolo de autoridade no Oriente. Imaginem que visão gloriosa não foi essa, e que veste linda! Depois, ele diz que tinha um cinto de ouro em seus lombos, que simboliza posição elevada, usada por sacerdotes judeus, que em relação ao Filho de Deus é de uma autoridade excelente ao infinito!João vai descrevendo, procurando coisas terrenas para dar uma ideia das celestiais, onde nenhuma linguagem pode alcançar seu real significado, mas nos dá ua vaga ideia da grandeza dessa majestade. A descrição de João prossegue dizendo que ele tinha os cabelos brancos como a neve, simbolizando sua sabedoria e preexistência. Só Cristo pode ser lembrado assim, ninguem mais. Agora João descreve seus olhos, com base em daniel 10.6, como chamas de fogo, onisciência e excrutínio, pois sabe de tudo, vê tudo. Seus pés de latão representam força e estabilidade, a força infinita do Deus vivo.O sentido desse símbolo é julgamento, bem apropriado para o que viria no livro depois. A voz de muitas águas se refere ao Ezequiel 43.2. Prosseguindo, João agora diz que havia sete estrelas, ou seja anjos das igrejas, e a espada de dois gumes é um julgamento, símbolo de sua autoridade judicial. Essa espada era quase do tamanho de um homem! Os trácios, um povo antigo, era o povo que usava isso.
Essa descrição que o apóstolo faz nesse livro, é de uma beleza singular.Não foi a toa que ele desmaiou, pois diante de Deus não há quem permaneça em pé.

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

AS CRIANÇAS CRISTÃS E AS CALÇAS COMPRIDAS


As escolas públicas agora estão exigindo que as crianças e adolescentes usem calças compridas. Seria uma coisa normal, não fosse um problema: as crianças e adolescentes evangélicas de algumas denominacões não têm esse costume, e, por isso, ficam nesse drama. Se  as crianças usam calça, violam as normas da igreja, se não usam, a escola não deixa assistir aulas. O que fazer?

A calça comprida tornou-se símbolo de liberdade das mulheres, e as igrejas pentecostais não aconselham às mulheres  a usarem isso, o que não é aceito pelos que nada entendem dos costumes das igrejas evangélicas. Essa é uma das normas mais defendidas por algumas denominações, e não vai ser fácil mudar isso.
Algumas mães evangélicas estão correndo para comprar roupas para suas filhas, pois essas meninas precisam assistir  as aulas. Parece que nesse ponto, a igreja abre exceção, contanto que não as usem no dia a dia, mas só durante as aulas.
Por outro lado, as escolas deveriam respeitar esse costume das igrejas; elas têm todo o direito de não querer que seus membros usem calças compridas, tidas como símbolo de rebeldia, e dava até disciplinas nas congregações, antigamente. Hoje, embora não se aceite isso ainda (abertamente), não há mais disciplinas por usar calças compridas.
Algumas irmãs precisam  trabalhar, e o uso de calças compridas é imprescindível, pois quem sustentará seus filhos? Uma crê que não vai diminuir o fervor de cristã por causa disso, e usa. Já outra, acha que se usar calças compridas vai enfraquecer elas, então, é aconselhável não usar mesmo. Paulo deu um importante ensino sobre isso, que é um princípio (o que serve de base a alguma coisa; causa primeira, raiz, razão) bíblico. Alguns irmãos criticavam outros, em Roma, por separar dias de outros, ou de não comer legumes, enquanto outros eram criticados justamente por fazer não fazer isso. O apóstolo então aconselha a não criticarem os outros por causa disso, pois se assim alguém procede, é para agradar a Deus. "Quem come não critique quem não come, e quem não come não critique quem come", disse Paulo (Rom 14.2,3). Ele prossegue, dizendo que se a pessoa tem convicção em fazer algo desse tipo de que não vai ter problemas espirituais, continue fazendo isso (falo de coisas lícitas, entendam, isso não se aplicada para aquilo que é pecado), mas se não fizer tendo essa fé, peca quando pratica.
Então, veja cada um como vai agir, de acordo com o princípio bíblico aqui comentado. Se tiver que usar calças compridas, faça de modo que não prejudique a si mesmo, nem à igreja. Claro que isso não se trata de doutrina central bíblica, mas de costumes, que,  apesar de não servirem para salvar ninguém, é costume da igreja, e deve ser respeitado.


A TERAPIA DA ORAÇÃO: NO DIVÃ DE JESUS

"Entrei no templo/dobrei os meus joelhos/para conversar com o Senhor/desiludido do  mundo/no peito um sofrer profundo/sem paz, sem fé, sem amor..."

Esta é a letra de um dos mais lindos hinos de Ozeias de Paula, que fala do pecador arrependido diante do Senhor, buscando paz.
Falar com Deus, na oração, é a melhor terapia que existe, coisa que nem Freud explica. Esqueça os terapeutas, a Psicologia, e tudo que se relaciona a isso. Há uma coisa melhor que isso, que é horar?
Não falo de orar como se estivesse fazendo algo mecânico, mas, sim, com a alma.
Às vezes as pessoas dizem tudo a um terapeuta, coisas de sua infância, de tudo que já realizou na vida, mas falam com Deus como se estivessem dialogando com alguém tão distante, não colocam para fora sua alma, e dizem tudo que está dentro dela. É verdade que Deus sabe tudo, mas ele quer que falemos tudo que está dentro de nós. Ele conhece o mais profundo do abismo da alma humana.
Ao começar a orar, devemos dizer tudo a Deus, como se estivéssemos falando com o nosso terapeuta, mas esse O é por excelência (já que gostamos de dizer tudo a ele). É assim que Cristo ensina. Não precisa de fórmulas, repetir tudo. Basta por para fora tudo o que vai no coração, não me refiro ao órgão, mas ao centro do ser humano, do seu ser total. É esse o sentido de coração na Bíblia. É assim que deve ser a oração.
Quando isso é feito, há um bem-estar maravilhoso, e uma sensação de segurança que brota do coração de quem ora, vindo do céu.
É a terapia da oração, do Dr. Jesus Cristo! Ele não escuta tudo e depois joga para cima da gente, como fazem os psicólogos, mas ele absorve tudo para ele, e nos restaura. A terapia de Jesus renova a alma por completo, e nos dá a segurança que precisamos. Sem fórmulas, sem nada, apenas pondo tudo para fora da nossa alma. Fiquemos cada vez mais em seu divã, pois agora temos essa ousadia.
Ele restaura pessoas que estão com traumas desde a infância, de mulheres que já não se sentem amadas, de homens que estão magoados, de pais de família desesperados, de prejuízos na alma, que só ele entende, dos mais diversos que povoam a alma humana. Para quê gastar centenas de reais com remédios e psicólogos? Devemos ir primeiramente a Deus. Se tiver de ir, vá, mas orar é ainda o melhor remédio.
É frequente querermos que nossa família nos compreenda, e não termos isso nem de nosso cônjuge! A linguagem da alma só IAVÉ conhece. Muitas vezes não conseguimos dizer em palavras, mas ele vai até  o mais profundo do abismo da alma humana. Então vale a pena dizer tudo a ele, o Terapeuta por excelência.

terça-feira, 7 de fevereiro de 2017

O "deus" da Kéfera...

NOVO LOOK




Estava, um dia, tão insólito,
E a tristeza era um invólucro,
Quando um pensamento deu-me um look:
E se Cristo vier,
E me achar sem  fé,
Preso no Facebook?!




Se esse tempo fosse oração,
Que eu passo sem reflexão
Nas redes sociais,
Muitas vitórias teria
E vidas ganharia
Para as mansões celestiais!




Não seria isso um armadilha
Pra que eu perca a trilha
Do Caminho Maior?
Dos pés à cabeça
Uma corda voeja
E  despreza  o Amor.


Sabe o que penso mais?
Não seria o caminho digital
Uma arma do mal,
Um laço de Satanás?


Por isso eu pensei
E então despertei
De minha vida vã:
Então me livrarei
Do Twitter, Facebook e Instagram!


J. Lou

O BRASIL TENTOU TER UMA BOMBA ATÔMICA


Quem diria que o Brasil chegasse a isso. Para quem não sabe ainda, documentos descobertos, mostram que o Brasil iniciou testes nucleares com a ajuda de Sadam Hussein, na década de 90, século passado.
Em 1990, COllor jogou uma pá simbólica em um poço de 320 m, na Serra do Cachimbo, Pará.Essas informações foram dadas pelo jornalista Roberto Godoy, especialista em assunto de defesa.
No regime militar, nosso país exportou toneladas de urânio para o Iraque, pois tinha um acordo com Sadam Hussein, escondido, claro, a sete chaves. Em troca, o Iraque teria ajudado o Brasil nessa tecnologia, a ponto de poder ter uma bomba atômica.
Embora a constituição de 1988 proibisse uso dessa tecnologia para fins bélicos, não sei porque isso,o esforço paralelo dos militares fizeram tudo para que, ao menos, o país desenvolvesse uma tecnologia desse tipo.
José Carlos Santana, ex-presidente da Comissão Nacional de Energia Nuclear no governo Collor, portanto, essa informação é de alguém que conheceu de perto todo o esforço para se ter essa tecnologia.
Por isso, hoje, o Brasil detém o ciclo de produção de combustível nuclear e está construindo seu primeiro submarino com propulsão atômica. Essas informações, até agora, ficaram escondidas de todos, e começou a vazar depois do trabalho da Comissão da Verdade, que vem trazendo à luz muita coisa  sobre isso, e até o Wikileaks tem jogado muita coisa para elucidar tudo isso. O governo Geisel fez muito esforço para conseguir tal tecnologia.
Essa cobiça do Brasil por esse conhecimento, envolveu bastante espionagem internacional, que envolveu a CIA, e outras agências.
A pergunta é até quando a população ficará enganada, e não saberá de toda a verdade?

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2017

domingo, 5 de fevereiro de 2017

Eliã Oliveira - Providência (Clipe Oficial Bereia Music em HD)

PREGADORES FAMOSOS, HERESIAS TERRÍVEIS

É cada vez mais comum vermos pregadores famosos dizer suas heresias para poder ter poder e dinheiro, pois só assim eles podem enriquecer ainda mais.
Edir Macedo disse que Deus é obrigado a lhe abençoar se você der alguma coisa a ele. Em que parte da Bíblia está escrito isso?O Deus Todo-Poderoso ser obrigado a abençoar o homem? Tudo que está debaixo de todo céu pertence a ele, e o livro de Romanos 11.33 diz que "dele, por ele, e para ele são todas as coisas..."  É mais um herético querendo mais dinheiro do povo. 
O herético Marco Feliciano disse que os demônios gostam de água, por isso que habitam os seres humanos, pois eles são formados em sua maior parte, de água.Onde na Bíblia há isso?Ninguém que estudou Angelologia jamais ensinou isso. Que delírio desse pastor! Nem Jesus, nem Paulo ensinou tais coisas. Mais uma heresia de alguém que diz que conhece a Bíblia.
A outra mentira é de uma obreira chamada Apóstola Sol, que carece de uma simples leitura bíblica, porque ela disse que os demônios habitam nas panelas, e em outras partes da casa e outros utensílios, guardas roupas, camas, etc. Não conhece nada da Bíblia, e diz coisas diversas (Ef 4.14; Jer 22.22). Essa aí não sabe, realmente,  o que diz.
Já um pastor da igreja universal, não podendo expulsar um demônio, disse que o nome de Jesus não funciona. Desde quando? Cristo mesmo disse que todo o poder foi dado a ele! Ele mesmo é o cabeça da igreja, e prometeu que no nome dele o inferno não conseguiria ter vitória contra a igreja (Mt 16.18; 28.18).
Para terminar, ana Paula Valadão, que disse que jejum bíblico é para emagrecer. Que distorção bíblica dessa pastora cheia de heresias. Pode ser boa cantora, mas não sabe diferir entre heresias e verdades bíblicas.Para ela, tudo é normal. Rejeitemos essas coisas sem base bíblica.