quinta-feira, 26 de agosto de 2010

LETRAS EM CONSTRUÇÃO

Dois anos. É isso mesmo, dois anos que esperamos que o nosso pre´dio termine de ser construído. Bastante tempo. ficamos ansiosos todo esses período, principalmente os professores.A vontade que todos têm é que a construção se reinicie logo. O tempo urge.
   o prédio onde hoje é dada a aula pertence ao departamento de zootecnia, que cedeu as duas salas ao departamento de letras, recém-criado e que já começo forte, bem estruturado, porém, sem o prédio. como isso faz falta.É como se estivéssemos deficientes, sem um membro nosso.parece exagero, mais é verdade. Os alunos estão gostando muito do curso, tem suas dificuldades, mas é bom. para torná-lo melhor, temos de ter o prédio, com toda a sua estrutura, como os outros departamentos têm os seus. Temos direito. queremos saber a razão de ainda não termos o nosso.A verba veio.Material tem de monte. Então qual a razão de ter parado?O que há por trás disso?
   O que deve ser feito pelos alunos é uma mobilização. Todos juntos escrevendo ao Reitor, seja uma carta, requerimento, abaixo-assinado, solicitação...O que não se pode é ficar parado, esperando pelo não sei o quê. Claro que não se deve querer fazer algo que traga desordem para o curso, mas algo que traga isso que tanto ansiamos: o nosso departamento.Lembremos das palavras do Vandré: "quem sabe faz a hora, não espera acontecer." Façamos. Lutemos. Soframos, mas que consigamos. A luta deve morar em nós.
    Dois anos não são dois dias. Tempo suficiente de ter construído logo esse prédio. Só queremos o que é nosso.Será pedir muito?Quem sabe o DCE  não nos ajuda?Seria ótimo. Unamo-nos então. Que o sonho se concretize.