O PERIGO ESTÁ NA CURVA

O PERIGO ESTÁ NAS CURVAS

         O estudante que quer levar uma vida de estudo ou de bon-vivant tem onde descarregar essa vontade. As aulas e o Bar da Curva. É assim que chamam o local onde os estudantes vão festejar, principalmente às sextas-feiras. O primeiro lugar é nas dependências da Faculdade, o segundo é nesse bar falado acima. Num lugar há crescimento intelectual, no outro, outras diversões.

Sempre se escuta as músicas sendo tocadas, geralmente músicas que lembram uma gafieira. Tocam forró, xaxado, bandas de forró safado; são bem diversas as músicas. Tem estudante que sai no meio das aulas e vai “tomar uma”. Outros nem na sala chegam.  Nas sextas-feiras quem quiser participar é só esquecer os trabalhos, fingir que não tem nada para fazer e se deleitar numa cerveja Brahma ou Schin.  Ali acontecem as paqueras entre os estudantes, encontros diversos, e tudo o que acontece num point.

O perigo está nessa curva, e muitos vão a 100 por hora. Daí vão esquecendo-se de estudar, vão se viciando. O ideal é não exagerar. Se divertir, já que gostam tanto dessa diversão. Eu prefiro estudar e escutar uma música mais amena como um Jazz, Soul, pop de qualidade, Negro Spiritual e MPB. Nas curvas vão se adentrando e vivendo a vida deles. Que vivam, então. Mas cuidado com as curvas. As vezes elas se tornam perigosas.