quarta-feira, 29 de outubro de 2014

BARRIGAS - TÚMULOS


Já está uma coisa um tanto comum, muitas mulheres fazem isso, como se estivesse urinando. O aborto, ano passado, atingiu números exorbitantes, como os que o SUS patrocinou, cerca de 1.523 abortos, ou seja, assassinato de bebês, fora os que ocorreram de forma ilegal, nos quais muitas mulheres vieram a óbito, infelizmente. É bom frisar que isso é ilegal e imoral, além de ser um pecado contra Deus.
Somente tendo a noção de que uma criança no ventre é uma "coisa", para achar que se matar não há nada, mas há. É uma vida, e o bebê não É UMA EXTENSÃO DA MÃE, É UM OUTRO SER.
Uma mulher, psicóloga, chamada Antônia,disse num jorna,l que abortou duas vezes, e seu marido concordou em fazer isso. Estava acostumada já. E o Código Penal proíbe isso, e a pena é de 1 a 3 anos; para a equipe que faz isso, 1 a 4 anos. Além disso, 196.661 procedimentos pró-aborto foram feitos em 2013. Número alto hem? O que espanta mais é que 800 mil abortos são feitos por ano no Brasil. E no mundo todo? Quanto sangue derramado! Assassinatos de forma miserável e covarde. são assassinatos cruéis mesmo.