O PROFESSOR E O HERÓI


Minha homenagem aos heróis de verdade

A lida é difícil
A construção do saber
Fá-los ter
Muito compromisso
E essa jornada neles dói
Pois é cheia de dissabores;
Me diz se não são heróis, 

Esses professores!


O piso é uma pisa
Que levam
E escraviza
por isso anelam
A derrota dos que lhes corrói
E dissemina seus terrores.
Me diz se não heróis,
Esses professores!


Cada um tem sua ideologia,
E seu caminho segue
Pela vida;
O punho se ergue
E Ela brilha qual muitos sóis,
Diminuindo suas dores;
Me diz se não são heróis,
Esses professores!


Eles levam a luz,
E o que ela produz
Desamarra
E tira o capuz,
E desata todos os nós
É um murro nos exatores;
Me diz se não são heróis,
Esses professores!


Mas esse proceder
Fá-los ter
Inimigos no próprio Sistema;
Mas que dilema,
Que às vezes enfrentam sós!
Cadê os intercessores?
Me diz se não são heróis
Esses professores!


Tu és um sistema covarde
Que crias muitas miragens
E, quando feres, explodes de gozo,
Deixando marcas no peito em fogo.
Mas um dia tirarão teus lençóis
E sorverás teus clamores;
Então verás que são mais que heróis,
Esses professores!