quinta-feira, 28 de maio de 2015

5 HISTÓRIAS QUE VOCÊ NÃO OUVIU FALAR SOBRE A COLABORAÇÃO ENTRE FDI E OS PALESTINOS

  

5.oCooperação-médica
Você já ouviu falar que as Forças de Defesa de Israel (FDI) vieram em auxílio dos palestinos que vivem na Judéia e Samaria, a pedido da Autoridade Palestina, durante uma tempestade de neve pesada? Você viu soldados empurrando um táxi palestino fora da neve? As probabilidades são de que você perdeu essa história, e muitas outras que mostram como os palestinos cooperaram com as FDI.
A cooperação entre os palestinos e as Forças de Defesa de Israel é algo que é normalmente visto ou completamente esquecido na mídia internacional. É importante reconhecer que as FDI é um exército com uma grande bússola moral, e leva muitos iniciativas para servir israelitas e não-israelitas. Há muitos exemplos de cooperação entre palestinos e a FDI.
Aqui estão 5 história encorajadoras que mostram a cooperação entre a FDI e os palestinos.
1. A tempestade de neve pesada leva a cooperação entre as FDI e as Autoridades Palestinas
16237149726_8a99eaff5c_z (1)
Em janeiro de 2015, uma pesada tempestade de neve atingiu a região da Judéia e Samaria, acumulando um monte de neve que tornou impossível de dirigir. Depois de declarar o estado de emergência, a Autoridade Palestina enviou um pedido oficial à FDI para ajudar a limpar as estradas, incluindo a principal estrada que leva a Ramallah. As autoridades palestinas enviaram o pedido para a Administração Civil de Israel que colaboraram com o Coordenador das Atividades do Governo na Unidade de Territórios (CAGUT). Depois de algumas horas de atividade conjunta, as estradas e as inundações foram limpas.
2. O CAGUT decide aumentar a assistência e cooperação na Faixa de Gaza
Desde o cessar-fogo em 26 de agosto, Israel tem facilitado o acesso de aproximadamente 66 mil toneladas de materiais de construção em reconhecimento das circunstâncias terríveis da situação dos moradores de Gaza no rescaldo da Operação Borda protetora .
Em outubro de 2014, a CAGUT anunciou a expansão de licenças para as pessoas entrarem em Gaza por razões de reconstrução, exportação agrícola, saída dos moradores para estudos acadêmicos e passagem das equipes médicas. Recentemente, a CAGUT decidiu expandir sobre essa decisão com a transferência de produtos agrícolas como tratores, passagem de materiais de construção e exportações agrícolas para a Judéia e Samaria para o comércio econômico.
Isso é feito com pleno conhecimento de que a maioria dos materiais de construção, como cimento ou o lucro obtido nestas transferências, podem cair nas mãos de terroristas.
3. As bem sucedidas cirurgias de córnea para 14 palestinos depois de meses de planejamento

A partir de 10 de fevereiro de 2015, a Administração Civil nos territórios completou 14 cirurgias de córneas para os palestinos restaurarem a visão adequada. O coordenador de saúde da Unidade de Administração do Civil trabalhou com os moradores palestinos da Judéia e Samaria, para que pudessem receber a cirurgia de córnea no Hospital de São João em Jerusalém Oriental.
Depois de meses de planejamento logístico, as córneas chegaram como uma doação dos Estados Unidos e foram imediatamente levadas para a cirurgia. As córneas tinham apenas alguns dias, até que expiraram, fazendo um transplante imediato necessário. Todos as 14 cirurgias foram um sucesso, com pacientes de todas as idades, variando de 6 anos a 84 anos de idade.
Ao longo de 2014, a Administração Civil coordenou transplantes de córnea em 96 palestinos no Hospital S. João., especializado em doenças dos olhos.
4. IDF organiza curso para empresários palestinos
Em 2014, um curso de importação e exportação foi realizado para empresários palestinos estabelecidos, a fim de ensinar e melhorar os métodos que irão reforçar a sua economia local.
Produtos de exportação palestinos da Judéia e Samaria são um dos principais contribuintes para sua economia local, e em 2014 aumentou em 90% para os mercados internacionais, em comparação com o primeiro semestre de 2013.

Vinte empresários palestinos e várias empresas de turismo participaram do curso CAGUT que teve lugar ao longo de um curso de oito reuniões. Eles receberam ensino de conteúdo profissional que incluía estratégias de marketing, tendências de mercado e estabelecimento de parcerias no mercado internacional.
“Este último período não foi simples, e envolveu uma série de incidentes difíceis, mas, apesar disso, a economia na área de Judéia e Samaria está estável”, disse o brigadeiro Gen. David Menachem, chefe da Administração Civil, na última reunião. “Faremos tudo o que estiver ao nosso alcance para melhorar e desenvolver a economia local. Entendemos que uma economia estável permite uma situação de segurança estável e leva à paz”.
5. O Natal leva à cooperação entre FDI e Forças de Segurança palestinas
Uma vez por ano, o CAGUT hospeda uma conferência preparatória para o feriado de Natal próximo entre vários funcionários da IDF, forças de segurança palestinas, organizações internacionais e representantes cristãos. O ponto de partida da conferência é discutir os passos centrais que estão sendo tomados para o feriado, a fim de assegurar que os procedimentos e cerimônias sejam realizadas em conformidade.

Essas etapas incluem a entrada ilimitada em Israel para a população cristã da Judéia e Samaria estritamente para a temporada de férias e centenas de autorizações de entrada a partir da Faixa de Gaza para Israel. Devido à sensibilidade da temporada e da natureza das cerimônias que acontecem, as medidas de segurança foram aumentadas e monitoradas cuidadosamente. As cerimônias trazem cerca de 170.000 visitantes.
A coordenação entre as forças de segurança palestinas e a FDI levou a um Natal seguro. O evento colaborativo permitiu que milhares de turistas desfrutem das suas férias e foi considerado um grande sucesso.

Fonte: http://www.idfblog.com/blog/2015/03/01/5-stories-havent-heard-collaboration-idf-palestinians/
Tradução: Emerson de Oliveira