terça-feira, 11 de agosto de 2015

O TEMPLO


A expectativa do novo templo, penso, está perdendo apenas para a euforia do templo de Jerusalem, tamanha é alegria disso.Que bom!Não esqueçamos, no entanto, que nao é essencial o lugar de adoração, conforme o mestre disse em João 4, mas, sim adorar a Deus em espírito e em verdade.Alegremo-nos, mas não façamos como os judeus, conforme diz Jeremias no capítulo sete do mesmo livro, que, por achar que a suntuosidade do templo iria ser o suficiente para serem agradáveis a Deus, pecavam terrivelmente, na idolatria e prostituição. Deus é o centro, não o templo.
E pensar que a igreja se reunia nas casas, até o terceiro seculo!
Por isso, afirmo que, o lugar e o templo não são essenciais, mas, sim, adorar a Deus em verdadeira santidade.