PROGNÓSTICO III

 Depois de seis meses de governo, Moro faz a economia subir, os empregos crescem, aos poucos, e os investimentos começam a crescer também, pois agora o fantasma comunista foi afastado.
Depois de discursar na ONU, e explicar tudo que houve no Brasil, Moro é aplaudido de pé, e Lula é execrado, considerado, agora, um enganador e bandido.
Começa a "deslavagem cerebral", e o Brasil começa a ser purificado culturalmente. A esquerda deixa de existir, e seus adeptos morrem de vergonha dela. Marx é tido como um doente, e alguém que não merecia o prestígio que teve.