sábado, 8 de outubro de 2016

ALEXANDRE VI, O PAPA DEVASSO


As pessoas ainda creem que Pedro foi o primeiro papa, mais ou menos no ano 34 d.C., o que é uma aberração histórica, já que foi com Constantino que começaram as heresias dessa igreja,no III SÉCULO, que na época tornou-se Católica por causa do sincretismo religioso, de pessoas que entravam na igreja para obter favores do imperador Constantino, e entravam na igreja para serem cristão de mentira, apenas com interesse políticos, trazendo seus costumes e deuses, como a hótia, do deus sol Osiris,do Egito, e outros símbolos, e deuses com nomes diferentes, para se identificarem com os santos católicos, que começavam a adorar.
A depravação e violência eram extremas, como o papa Alexandre VI, que era cheio de amantes, e promovedor de orgias dentro de seu palacio, em Roma. Seu filho era um assassino violento e tão depravado como o papa. Em certa ocasião, o papa Alexandre e sua mulher encheram o palaçio de cortesãs, que nem sempre eram casadas, e fizeram uma tremenda orgia. Esse papa também tinha mais de 15 mulheres e muitos filhos.Vejam que corrupção. Um papa, que dizia-se santo,e que representa Pedro, segundo eles. Uma verdadeira nojeira, de um papa corrupto e vil, que punha seus filhos como cardeais e nobres, de um nepotismo jamais visto. Esse papa era espanhol.
Uma das coisas que esse papa fez, foi casar sua filha por tres vezes, e todos sabiam que ela era sua filha. Ele tinha um exercito chamado de Santa Liga, do qual ele dizia que era para proteger a cristandade dos mouros, mas, na verdade, era para invadir e saquear as cidades que não apoiavam ele. Esse era o papa Alexandre VI, DO QUAL DIZEM, TAMBÉM, COMO OS OUTROS, QUE DESCENDE DE PEDRO. Que mentira deslavada!E, assim, a história vai escondendo a verdade, e promovendo mentiras.


por J.Lou