terça-feira, 20 de dezembro de 2016

SAUDADES DA BELA INFÂNCIA


"Ai que saudade que eu tenho
Da aurora de minha vida
De minha infância querida
Que os anos não trazem mais"!


Da comida de minha mãe,
Das piadas pela manhã,
E da comida de minha irmã.

Sinto falta da carne cozinhada,
Da caridade ilimitada,
Da felicidade minha
E da comida de Mazinha!

Do cuscuz de côco,
do munguzá também,
Da sopa de verdura,
Da galinha e do xerém!

Que saudade  minha
Da comida de mãe,
De Lua, Ida e  Mazinha!


Aí que saudades que sinto
Da aurora de minha vida...!