segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

A PREGAÇÃO VERDADEIRA


Diversas pregações tenho visto por aí afora, principalmente nos templos de minha denominação, ASSEMBLEIA DE DEUS  de Recife. Tenho observado que muitas vezes os pregadores estão levando o conteúdo da pregação para o lado errado.
Um dos erros é pregar a palavra dizendo que Cristo irá resolver os problemas do ouvinte. Cristo não morreu para reslover problemas de ninguém.  Morreu pelos nossos pecados, segundo as escrituras, e ressuscitou, segundo as escrituras. É essa que deve ser a pregação. Não é para resolver problemas financeiros de ninguém. Primeiramente, acima de qualquer coisa, ele morreu para salvar nossa alma da condenação eterna. Pregação cristocêntrica é assim.
Chamar o pecador à salvação dizendo que seus problemaas de família serão resolvidos é um absurdo. Se Deus quiser resolver ele resolve, mas primeiramente não é isso que ele quer. Riqueza é um detalhe, emprego também, e até casamento. Paulo falou aos Tessalonicenses que o teor da pregaçaõ dele foi poder e uma mensagem sobre Cristo. Ele podia ter usado a filosofia grega dos pré-socráticos, dos pós-socráticos, dos epicureus e estóicos. Não. Preferiu falar de Cristo Jesus. Aprendamos a falar só dele. Deixe dinheiro para lá, emprego, casamento, namoro...Primeiro é a salvação da alma, como disse Paulo: "Porque nada me propus saber entre vós, senão a Jesus Cristo, e este crucificado.
(1 Coríntios 2:2).
Que se ensine isso aos pregadores; uma boa aula de hermenêutica e Cristologia ajuda.Principalmente leitura da Bíblia. Muita leitura.